Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



calendário

Abril 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Spotify





Açúcar: A Cocaína do Séc. XXI

Andreia, Domingo, 03.04.16

A grande parte de todos nós de certeza que sabe que o açúcar tem consequências nefastas para a nossa saúde e que este a longo prazo tem consequências irreversíveis a nível da nossa saúde. Atualmente esta substância é apelidada como a nova droga do século XXI, isto devido às diversas doenças e complicações que lhe estão associadas. Mas antes de desvendarmos toda a verdade que está por trás do açúcar e de alternativas a este, vamos primeiro tentar perceber o que realmente é mesmo o açúcar.

 

Esta substância não é nada mais nada menos que um hidrato de carbono que além de fornecer energia, não apresenta nenhum valor nutricional. O dito açúcar de que falamos e consumimos, o açúcar branco refinado, designa-se de sacarose e apenas representa calorias vazias para o nosso organismo. É claro que existem os ditos "açúcares bons" que são designados de glicose e frutose e que são fundamentais para o nosso organismo. Estando a glicose presente no pão, cereais, feijão, etc.; enquanto que a frutose, como o nome indica, é o açúcar presente na fruta.

Contudo o açúcar que mais consumimos é a dita sacarose, o problema é que o nosso fígado possui uma capacidade muito limitada para processar esta substância, o que por sua vez leva ao dito "fígado gordo". Deste modo o nosso fígado apenas consegue metabolizar 6 colheres de chá de açúcar por dia. Isto vai levar a que o excesso de açúcar se transforme em gordura corporal, levando a várias doenças crónicas, tais como: Diabetes tipo II, Hipertensão Arterial, Doenças Cardiovasculares e até mesmo Demência e Cancro. O consumo deste também está associado ao facto de ingerirmos mais que o usual, pelo que o nosso cérebro se torna resistente à leptina que é considerada a hormona da saciedade.

Uma forma importante de evitarmos o consumo desta substância é lermos o rótulo daquilo que compramos, deste modo devemos estar atentos à listagem dos ingredientes que aparecem na composição dos alimentos. Pois a maioria de nós não associa que a sacarose, a dextrose, o xarope de milho, a maltodextrina, a maltose, os glícidos e o xarope de dextrose são também uma forma de açúcar presente naquilo que consumimos.

Um dos alimentos que contém mais açúcar na sua composição são os refrigerantes, sendo que o xarope de milho é o que geralmente se encontra na lista de ingredientes dos refrigerantes, isto por ser muito barata a sua produção e ser o que apresenta um sabor mais doce. O segredo por trás dos refrigerantes é que estes são diuréticos e têm na sua composição uma enorme quantidade de sal, o que vai levar a que percamos água e a quantidade de sal no nosso organismo aumente, o que por conseguinte leva a que tenhamos sede. De modo a esconder o sabor do sal é adicionado açúcar a estas bebidas.

Com isto o açúcar vai criar dependência, visto que este vai estar associado a zonas de prazer, conforto e compensação do cérebro. Sendo que o efeito a longo prazo duma certa quantidade de açúcar já não será o mesmo, daí a necessidade de aumentar a quantidade de açúcar ingerida. No fim de contas o processo de ação no nosso cérebro é igual ao da cocaína, pois as partes do cérebro que são acionadas quando se consome cocaína são as mesmas para o consumo de açúcar.

É claro que podemos contornar o consumo de açúcar através doutras substâncias que não são nefastas para a nossa saúde como é o caso do açúcar mascavado, a stevia que é extraída através duma planta, mel, geleia de arroz, seiva de agave, geleia de milho e xarope de malte de cevada. Contudo o consumo destas substâncias também deve ser feito de forma moderada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Andreia



Contacto:

chocolatequentecomchantilly@hotmail.com

Follow on Bloglovin



Bem-vinda!

Chocolate quente com chantilly foi criado para puder partilhar as minhas opiniões, dúvidas, dilemas e as mil e uma ideias que correm na minha cabeça. Também expressarei os meus conhecimentos sobre os assuntos que mais me despertam interesse e também servirá de desculpa para os puder aprofundar.

Falarei um pouco sobre tudo. Textos de opinião, moda, beleza, saúde, relacionamentos, séries, música, filmes, entre outros. Antes de mais quero deixar a promessa de esperança de num futuro próximo puder tratar de muitos mais temas.

Espero ainda que compreendas que não sou nenhuma profissional ou expert nos assuntos que tratarei, simplesmente, adoro pesquisar sobre os mesmos pois gosto muito de aprender sobre aquilo que me rodeia. Portanto, se houver algo que esteja incorrecto ou não concordes, comenta porque terei todo o gosto em ler e responder ou até corrigir se necessário.

Para finalizar, espero que te identifiques comigo.


Carpe diem!